Logo ViaQuatro

CENTRAL DE ATENDIMENTO
Segunda a Sexta, das 6h30 às 22h00
Sábado e Domingo, das 8h00 às 18h00

Linhas 4 e 5 recebem ações de conscientização sobre a dislexia

05/10/2021

ViaQuatro e ViaMobilidade recebem, dias 4 e 5 de outubro, ações de conscientização sobre a dislexia, transtorno de aprendizagem que afeta a leitura e a escrita

Profissionais da Associação Brasileira de Dislexia - ABD estarão nas estações Luz (segunda-feira, 4/10) e Largo Treze (terça-feira, 5/10) para orientar sobre este transtorno do neurodesenvolvimento que atinge 10% da população mundial

 

São Paulo, outubro de 2021 – Dia 8 de outubro é o Dia Mundial da Dislexia – e este é o mês dedicado ao esclarecimento do Transtorno. Aproveitando a data, a VLiniaQuatro e ViaMobilidade, concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô, respectivamente, abrem espaço nas estações Luz (Linha 4-Amarela) e Largo Treze (Linha 5-Lilás), para receber profissionais da Associação Brasileira de Dislexia - ABD.

Eles estarão nas estações das 10h às 16h para orientar o público sobre o transtorno, que atinge 10% das pessoas, mas que ainda é desconhecido. Essa realidade leva muitas pessoas com dislexia a sofrerem preconceitos na vida escolar, principalmente, com consequências na autoestima, o que pode desencadear, em algumas situações, quadros de depressão e ansiedade.

Luiz Gustavo Simi, psicólogo e pesquisador da ABD, explica que a dislexia é um transtorno específico de aprendizagem, de origem neurobiológica e características genéticas e hereditárias, que impacta especificamente as habilidades de leitura e escrita. “Não é uma doença, portanto não tem cura, mas pode ser enfrentada com apoio especializado”, diz.

A ação nas estações, explica, visa combater a desinformação sobre o transtorno. Simi destaca que, dos portadores de dislexia, cerca de 60% não têm diagnóstico formado. “Muitas pessoas sofrem preconceito, têm depressão por isso e são rotuladas com outros problemas quando na verdade têm dislexia. Identificar o transtorno é essencial”, afirma.

Maria Eugênia Ianhez, design de interiores, recebeu o diagnóstico aos 27 anos. “Ser disléxico não é fácil”, garante. Hoje, aos 53, luta no Senado, ao lado de outras 19 entidades, pela aprovação de um projeto de lei que garanta acompanhamento integral de estudantes com dislexia e outros transtornos de aprendizagem na educação básica. O projeto é fruto de uma luta de mais de 10 anos, explica, e está próximo de ser aprovado. “É uma grande vitória, pois se trata da primeira política pública aprovada, em âmbito federal, sobre dislexia e outros problemas similares”, afirma.

Segundo Maria Eugênia, com a aprovação do PL, crianças terão direito ao diagnóstico da dislexia e receberão acompanhamento integral, com adaptação de metodologia para impulsionar seu aprendizado. “O projeto visa favorecer a interlocução entre as áreas da educação e da saúde, o que é fundamental neste caso”.

Nas estações, a equipe da ABD chamará atenção dos passageiros com um cartaz afixado no local de atendimento. “É muito importante que as pessoas consigam compreender o que é a dislexia e identificar os sintomas o quanto antes”, afirma Simi.

“A ViaQuatro e a ViaMobilidade, para além de oferecer um transporte seguro e confortável, estão atentas a ações que visam informar, desconstruir preconceitos e garantir mais qualidade de vida à população”, afirma Juliana Alcides, gerente de Comunicação e Sustentabilidade das concessionárias.

 

Serviço:

Campanha de Conscientização sobre a Dislexia – atendimento nas estações oferecido pela ABD:

4 de outubro: Estação Luz, Linha 4-Amarela – das 10h às 16h

5 de outubro:  Estação Largo Treze - Linha 5-Lilás  – das 10h às 16h

Ver mais notícias